Mariano

Mariano tinha 36 anos – e não sei como chegaram a essa conclusão. Apenas quatro coisas são sabidas sobre Mariano: era homem, brasileiro, livre e morreu. O resto é um mistério – era um mistério para a época e se tornou um mistério maior ainda 125 anos depois.

O padre foi claro: nada consta sobre o estado civil e a profissão de Mariano. E, no entanto, ocorreu de Mariano vir a morrer em São Bento.

Assassinado na Estrada Dona Francisca.

Ora, tenha ele morrido assassinado, de espasmos, de tosse comprida ou afogado no tanque, o destino era o mesmo: havia de ser sepultado.

Dois dias depois, em 02 de Março de 1884, o desconhecido Mariano foi sepultado no Cemitério Católico de São Bento. No mesmo cemitério descansavam muitos dos pioneiros imigrantes da cidade. Mas hoje, o Cemitério não existe mais – virou praça. E Mariano pode se orgulhar de ser tão anônimo quanto qualquer outro que lá descansa eternamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s