O livro da família Schreiner

Publicado na Folha do Norte de 30.06.2015. 

Saiu, recentemente, uma nova edição do livro “A família Schreiner rumo ao novo mundo”, de autoria de Avelino Américo Schreiner e Cristina Gláucia Schreiner da Mota. O livro conta a história da imigração desta família, vinda ao Brasil de Hammern, na Boêmia, a bordo do navio “Santos”, que saiu do porto de Hamburgo aos 19.07.1877 e chegou ao porto de São Francisco do Sul exatamente um mês depois, aos 19.08.1877. Eram, na verdade, o imigrante Lorenz Schreiner, a esposa Anna Maria Kirschenbauer e os filhos Josef, Johann, Alois e Carl. Chegando ao Brasil, a família seguiu até São Bento, onde se estabeleceu na Estrada dos Banhados.

Embora citem também a filha Barbara, os autores dizem desconhecer quando ela veio ao país. Na verdade, Barbara já estava casada com Josef Linzmeyer e veio com ele um pouco antes que o restante da família Schreiner. Ela embarcou no Valparaíso no dia 19.06.1877 e chegou ao Brasil no dia 19.07.1877 – justamente no dia em que Lorenz Schreiner deixava a Europa. Da mesma maneira, também foram moradores na Estrada dos Banhados.

O livro conta com uma extensa genealogia da família. O filho Josef Schreiner casou-se com Anna Glória Artner; Johann Schreiner casou-se com Anna Maria Franz (são bisavós do ex-prefeito Lourenço Schreiner); Carl Schreiner casou-se com Barbara Maurer; de Barbara já falamos; e Alois Schreiner casou-se com Bertha Gruber.  Deste casal é apresentada uma maior descendência. A família Gruber em questão, vinda de Rehberg, na Boêmia, veio ao Brasil pelo mesmo navio que a família de Lorenz Schreiner. Também é dado destaque ao tronco Robl, que se uniu aos Schreiner pelo casamento de Pedro Robl e Francisca Schreiner, uma das filhas de Alois. Os Robl vinham da paróquia de Eschlkam, na Baviera. A obra também conta com algumas fotos antigas da família Schreiner, hoje já bastante espalhada pelo país.

Uma delas, é a reprodução da imagem abaixo, com o cortejo de casamento de Francisco Schreiner e Maria Kohlbeck, em 1922.

schreiner

13 pensamentos sobre “O livro da família Schreiner

  1. Tenho sangue Schreiner
    Minha avó materna chamava -se Do se Luiza Schreiner. Cssou-se com Helmuth Leopoldo Becker, país de minha mãe Frida Telma Schreiner Becker que cssou-se com Arlindo Antoniazzi e tiveram 25 filhos
    Sendo eu o 3° na cadeia sucessória. Sou Advogado, Professor Universitário do Curso de Direito da Faculdade Avec Vilhena, Rondônia.
    Adotei Vilhena-RO como.minha Pátria do Coração.
    Meus pais e avós estão sepultados em Derrubadas-RS, Antigo 1° Distrito do Município de Tenente Portela-RS.

  2. A minha bisavó era Barbara Schreiner. Talvez então filha da Barbara Schreiner que veio já casada. E está sepultada em Victor Graeff no RS. Infelizmente não temos nenhuma informação mais dela.

  3. Preciso de ajuda com mais informações da família “SCHREINER”. Também sou uma “SCHREINER” e estou em busca de informações para a dupla cidadania.

  4. Sou neta de Catharina Shereiner, casada com Manoel Arbigaus, ambos falecidos e filha de Maria Salete Arbigaus Kuka e Isidio Kuka, moro em Mafra SC, sou professora . Tenho muito interesse em conhecer a árvore genealógica de minha família. Tenho feito várias pesquisas, mas nada que possa me ajudar no momento.

  5. Hola, yo soy bisnieta de Josef Schreiner, pero no este Josef, mis tataraabuelos eran Andreas Schreiner y Anna Steinecker. Y mi bisabuela era Mathilde Schäfer. Llegaron a Rio de Janeiro en 1922 y se casaron en Ijuí en 1926 . Ambos tenían muchos hermanos. Si a alguien les suena los nombres, comuníquense conmigo maaryschreiner@gmail.com

  6. Meu nome é Marinho de Abreu filho Aluisia Schreiner
    Gostaria de ter contato com membro da família da minha mãe
    Pelo que sei o meus antepassados vieram da Alemanha da Cidade Bremen
    Grande abraço a todos !!

  7. Sou o neto do Américo que escreveu o livro, e tenho muito orgulho disso.

  8. Eu sou clair Teresinha Schreiner, filha de Asthor hélio Schreiner, neta de Arnold Schreiner e hilga Elsa Keller, todos eles já falecidos. Procuro alguém que possa me dar maiores detalhes sobre a chegada dos pais deles a São Leopoldo pois preciso dados para a dupla cidadania para meus filhos e netos! Desde já agradeço imensamente! Meu e-mail é clairtschreiner16@gmail.com.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s